quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

II Meia Maratona de Amarante - Sucesso bisado!

Após meses a estruturar e a edificar este projeto, finalmente chega o dia. A 2ª edição da Meia Maratona António Pinto - Cidade de Amarante saiu à rua!


14 de fevereiro era esperado com um misto de ansiedade e confiança.
Ansiedade derivada às condições meteorológicas adversas. Temos capacidade para solucionar imprevistos e outras situações palpáveis, mas contra a Natureza, a batalha está perdida.
Confiança por haver a certeza que todos os pontos estavam ligados e nenhum ficara solto.

Os dias que antecederam a prova não foram nada amistosos. Muita chuva e o caudal do Tâmega ainda ameaçou galgar as margens. Mas não passou da intenção!
Entre secretariado e resolução de situações pontuais, tudo estava bem encaminhado. A articulação entre todos remetia para um evento bem sucedido.

O domingo acordou invernoso. Frio, vento e chuva... embora o Sol conseguisse aparecer de quando em vez.
Foram muitos os telefonemas que recebemos de atletas a questionar a realização ou não da prova, devido ao mau tempo. Essas dúvidas deixaram muitos atletas inscritos em casa. Contudo, foram bastantes os guerreiros e audazes participantes que fizeram parte desta festa desportiva. 
A hora aproximava-se do tiro de partida. Entre cumprimentos, abraços e desejos de boa prova, fui tentando analisar se tudo estava controlado. Bem... nem tudo! No último momento surgiu algo incalculado... Mas, a verdade seja dita, é nestas situações circunstanciais que mostramos a nossa união e boa vontade. Problema solucionado! As resoluções aparecem sempre quando as coisas estão destinadas a correr bem!
Arranque da prova

O tiro de partida foi dado... apenas com uns segundos de atraso pois a "pistola" ficou entalada. Tiro dado, arrancamos rumo a 21 kms de pura adrenalina.
Enorme pelotão!
Após virarmos no primeiro retorno (1º km) é que verifiquei a quantidade de atletas que não se assustaram com o tempo. Foi magnifico ver aquele pelotão cheio de cor, euforia e motivação para os próximos 20 km. Deleitei-me com tal visão. Foi eletrizante!. Verdadeiros guerreiros.
Quase no 1º km!
Sempre a controlar a frente da corrida, houve momentos de pura diversão, embora o Juiz estivesse 101% atento. A Sandra Bras, em bom momento, foi repescada para motorista. Não desfazendo, mas foi memorável! Obrigada Sandra!
Que lindas que somos!
No largo de S. Gonçalo senti o calor da população a aplaudir e a motivar os atletas, apesar do frio.
Na Alameda escutei o soar dos Bombos de Santa Maria de Jazente liderados pela Eugénia Magalhães que, gentilmente, se prontificaram a animar a prova. 
No largo do Arquinho também a concentração de pessoas era imensa. Nem a chuva e o frio deteve os verdadeiros apoiantes do desporto.
À medida que percorríamos o percurso constatei que os voluntários estavam excelentemente posicionados, recebendo largos elogios por parte do Juiz. Os agentes controlavam, profissionalmente, todas as passagens secundárias e caminhos, zelando pela segurança da prova.
Foi estupendo fazer o 2º retorno e ver de frente todos os atletas. Poder deixar um polegar levantado em forma de apoio e um sorriso como motivação. A Sandra chegava a abrir o vidro para incentivar.
O grupo de bombos de S. Simão, dirigidos por Renato Silva, deram uma alegria especial ao momento em que passamos por eles.
A zona da meta estava ao rubro. Ouvia-se o Speaker, Nelson Pais, a elevar o tom de voz e expressar efusivamente o nome dos atletas da frente da corrida. A emoção estava no auge!
Rui Teixeira bisou a vitória desta prova.
Sara Moreira, madrinha do evento,  vence o setor feminino.

As pessoas aplaudiam! Os atletas iam cortando a meta com aquele sorriso de mais uma etapa concluída. Exaustos mas felizes, os abraços sucediam-se, as felicitações eram imensuráveis. Alguns recordes pessoais foram atingidos. O prazer de correr e terminar estava marcado em cada rosto. Momentos únicos esses!
Pessoalmente, estava de coração cheio! Inadvertidamente dei por mim a suspirar, tal era a comoção. Parabenizaram a organização, a simpatia e a nossa disponibilidade.
Sabendo que  os atletas são cada vez mais exigentes soube muito bem escutar: "Estão de parabéns! Adorei a prova! Muito técnica, exigente mas bela! Para o ano voltarei!"
Bem, podem pensar que é exagero meu, pois acabo por ser suspeita. O ideal é lerem este comentário de alguém que tem muitos quilómetros nas pernas e muita experiência em corridas. Falo de Victor Carvalho:

Pura e simplesmente FABULOSO!!!!!!
Hoje fiz a Meia Maratona Amarante. Oportunidade para rever o meu amigo de tantos treinos António Pinto, mas o que é de realçar é como uma pequena cidade consegue fazer uma prova tão boa!!!
Ninguém pense ir lá fazer tempos, mas todos aqueles que fazem Maratonas na Primavera (o meu caso), aproveitem esta prova, para fazer um excelente treino de força em face da diversidade do percurso.
Um percurso extremamente difícil, mas fabuloso. O verde, a paisagem, o rio, o som das quedas de água durante o percurso, mas também o silêncio, onde somente a nossa respiração e o chapinar das nossas sapatilhas nos acompanhavam!!
Organização 5 estrelas. Não faltou nada e senti enquanto corria, que fazia uma prova genuinamente Portuguesa, naquilo que nós somos enquanto povo. A fanfarra dos bombeiros!!!, não a vi mas ouvia durante muito tempo, e a imagem, que nunca mais vou esquecer, daquele idoso e seus amigos, que na sua casa térrea e no seu longo alpendre, num domingo frio e chuvoso, descobriram aconchego num bom copo de vinho tinto e um naco de uma qualquer broa, conversavam amena-mente, enquanto a sua porta, passavam corpos molhos e exaustos!!!
Parabéns ao pelouro de desporto da Câmara de Amarante e a toda a organização, principalmente a quem tanto luta pela implementação desta prova, a Elisabete Ribeiro. Minha querida amiga, vergo-me perante tamanho feito. Tu e toda a equipa estão de parabéns e desde já vos quero dizer, que enquanto tiver forças, "vão ter que levar comigo"..."

Está tudo dito!
Eu, neste momento só tenho umas notas finais a dizer. Não pensem que é fácil organizar uma prova destas quando cada elemento do corpo organizativo tem a sua profissão, por vezes, distante de casa, e família. São muitas horas a trocar ideias, tratar de burocracias, ordenar tarefas, alinhar opiniões e mais uma infinidade de trâmites para que, no dia D, tudo esteja operacional. O nosso trabalho sempre foi pautado pela reciprocidade, respeito, confiança, dedicação e amor à causa. Contudo, o resultado enche-nos de orgulho e satisfação porque, sem dúvida, a união faz a força.
Fazer parte desta equipa foi, mais uma vez, uma aventura. Por isso... que a aventura continue!!
Uma equipa gloriosa: António, Davide e aqui, a rapariga!
É a altura de endereçar um especial agradecimento:
  • A todos os voluntários que, corajosamente, estiveram presentes para ajudar a que nada faltasse aos atletas, mesmo com imenso frio e chuva;
  • Aos agentes presentes em todo o percurso que zelaram pela segurança da prova; 
  • A todos os elementos que se disponibilizaram a ajudar no secretariado;
  • A todos os atletas das modalidades da A.D.A. que colaboraram para o sucesso deste evento;
  • Aos imensos fotógrafos que fizeram registos memoráveis dos participantes.
  • Ao Município de Amarante por todo o apoio prestado;
  • A todos os patrocinadores que muito contribuem para a consistência desta prova.
  • Aos amarantinos que não ficaram em casa e auxiliaram nesta festa desportiva.
  • A todos os participantes da Caminhada que, mesmo debaixo de chuva, não deixaram de exercer uma boa prática desportiva aliada a uma boa causa.
Um muito obrigada ao Hugo Silva pela sua dedicação, amizade, ajuda e profissionalismo. Uma simbiose perfeita que resultou num desfecho brilhante.
Obrigada Hugo!

Aos atletas muitos parabéns pela excelente prova realizada e conseguida! Foram todos uns audazes vencedores! 2017 é já ali!
ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE AMARANTE, ÉS GRANDE!

A Associação Desportiva de Amarante está cada vez mais na vanguarda do desporto, mais consistente nos seus objetivos e a elevar a fasquia de qualidade a um nível de excelência.
Um enorme bem haja a toda a A.D.A.

Um dia intenso, emotivo e inesquecível. Vou ser repetitiva mas... fiquei de coração a transbordar!

A terceira edição já se encontra no horizonte... e mais não adiantarei para que se crie alguma expectativa! 


CLASSIFICAÇÕES




6 comentários:

  1. Palavras para quê? está tudo dito e na mais pura das verdades, Parabéns...para o ano lá estarei, se Deus quiser.

    ResponderEliminar
  2. Atleta que é atleta não tem medo da chuva!

    Muitos parabéns, Elisabete, por mais uma edição de sucesso.
    Esse coração a transbordar é bem merecido :)

    Beijinhos e venha a 3ª!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada João. São esforços que valem a pena. Beijinhos.

      Eliminar
  3. Muitos parabéns pelo sucesso, mais que merecido, e força aí para a 3ª edição.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É na 3ª que cá te apanho? Obrigada Carlos. Beijinhos

      Eliminar