terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Meia Maratona de Amarante: a soma do sucesso!

Esta menina já vai com 3 edições. Esta menina promete ser uma cachopa espadaúda e sadia. Esta menina caminha com passos largos e seguros. Esta menina possui um apoio de crescimento muito rigoroso e coeso. Esta menina tem tudo para ser uma grande "mulher"!


Personificações à parte, a Meia Maratona António Pinto conheceu, este domingo, a sua terceira edição. 
Inevitável falar do magnífico dia primaveril com que fomos presenteados. Um Sol portentoso, temperatura amena e uma brisa fabulosa, fizeram-se convidados para a festa que se seguiu manhã fora. 
A festa a começar! Foto: Fernando Oliveira
O largo de Santa Luzia foi-se enchendo de música e cor. Os atletas iam pintando a calçada com sorrisos, reencontros, abraços e fotografias. A animação, conjugada com algum nervosismo e ansiedade, completaram o cenário festivo.
Tudo a postos para a partida do maior evento desportiva da cidade. Tiro dado, cronómetro ligado e já não faltavam sapatilhas a pisar o asfalto.

Fundo da partida! (foto: Município de Amarante)
Partida (foto: Município de Amarante)
Este ano, no carro relógio, segui eu, o Davide e o Juiz da prova. O Davide ansiava este momento. Uma experiência única e inesquecível. Muita adrenalina e responsabilidade. Como ele bem disse :" Até é fácil fazer uma meia maratona!"
O tempo estava fabuloso! Não resisti e coloquei-me, "perigosamente", sentada na janela do carro.

E assim se faz uma prova! (Foto: Fernando Oliveira)
Calma! Era um perigo controlado. Afinal, tinhamos que seguir mais ou menos o ritmo da frente da prova e sempre deu para fazer alguns registos fotográficos.

Frente da prova: estava a ser muito bem controlada pelo Amarantino, Nuno Costa, que se isolou dos seus adversários, a partir do 10º quilómetro. A emoção tomou conta de nós (de mim e do Davide). Tudo indicava que seria novamente um conterrâneo a cortar a meta!

Nuno Costa isolado!
Enquanto isso, após o retorno de Fridão aproveitei para tirar fotos, largar um sorriso e soltar palavras de incentivo aos bravos e aguerridos atletas que conquistavam o asfalto debaixo de um sol gracioso.

António Pinto, o homem que dá nome à prova!
A cidade rendeu-se ao evento. As suas ruas encheram-se de pessoas para aplaudir e apoiar todos os participantes. Foi arrepiante passar e escutar o som das palmas, as vozes dos populares a encorajar os atletas. Memorável!
Nuno Costa venceu com o tempo de 1h:06,30.
Nuno Costa: Muitos parabéns!
No setor feminino, Doroteia Peixoto, dos Amigos da Montanha, vence com 1h:14,41 Recordo que Doroteia já tinha vencido a 1ª edição desta prova.
Doroteia Peixoto: Muitos parabéns!
 Elisabete Rocha estava radiante. A sua atleta tinha vencido a prova na sua terra Natal.
Elisabete Ribeiro  e Elisabete Rocha (foto: Fernando Oliveira)

A meta estava ao rubro. Os participantes da caminhada também iam chegando e pintado de vida a zona da chegada. Circulavam e posicionavam-se de forma a poderem apoiar quem cortava a meta após os 21 kms. Eles iam chegando extenuados mas felizes.

Nelson Pais, o "Speaker" mais famoso do país e arredores, foi incansável. Sua voz projetou animação e profissionalismo. Ora informando, ora conversando o homem é um poço inesgotável de energia verbal. Obrigada Nelson!
Nelson Pais
O Município de Amarante, teve presente um representante à altura do pelouro que detém; André Magalhães, Vereador do Desporto, correu, pela primeira vez, a Meia Maratona. Muitos parabéns e que a sua participação seja fomentadora de novos exemplos em futuras edições.

Associação Desportiva de Amarante: a levar, cada vez mais longe o nome da cidade e o desporto!
O sucesso deste projeto deve-se ao empenho, à dedicação, ao trabalho, à disponibilidade, à entrega, ao esforço, à abnegação, à união e à vontade de todos os elementos da ADA, que de uma forma ou de outra, auxiliaram na edificação deste projeto. Sem vós este evento não teria sido possível. A todos, muito obrigada!
António Mendes: um senhor presidente! (ADA)
Amarante, foi assim, palco de mais um grandioso evento, alicerçado pelo apoio do Município, dos patrocinadores, das parcerias estabelecidas, da firmeza das forças de segurança, da ajuda dos Bombeiros Voluntários, da equipa de cronometragem, do suporte da logística e, naturalmente, da participação grandiosa dos atletas.

Um enorme agradecimento ao Ricardo Ribas, à Dulce Felix e ao Manuel Freitas Mendes por terem aceite o convite feito pelo Davide, a estarem presentes nesta terceira edição.
Manuel Freitas Mendes (ali atrás), Ricardo Ribas, eu e Dulce Félix
A todos que visitaram Amarante, para correr, ou apenas para disfrutar, um imenso obrigada!
2018 é já ali!

11 comentários:

  1. Muitos parabéns por mais uma edição de sucesso :)

    Beijinhos e continuação de muito sucesso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada João. Gostava de um dia ter-te por aqui a fazê-la. Beijinhos.

      Eliminar
  2. Parabéns pela excelente prova e venha a quarta. Lá estarei para o "cumbibio"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai Rui, tu tem lá cuidado é para onde vais antes da prova... não vás ficar fechado em algum sitio. :P Quando soube que tinhas sido tu, quase me deu uma coisinha má. A correr bem, 2018 cá estaremos. ;)

      Eliminar
  3. O speacker está todo babado, parabéns pela prova, continuem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para o ano queremos o speaker cá de novo... e mai nada! ;)

      Eliminar
  4. Belo texto, como é teu apanágio, e bela prova, parabéns!!!
    João Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. João, foi muito bom ter-te cá. Nem sei bem explicar porquê, é algo que se sente... talvez boas energias. ;) Obrigada.

      Eliminar
  5. Belo texto, como é teu apanágio, e bela prova, parabéns!!!
    João Lopes

    ResponderEliminar
  6. Não faço a menor ideia do trabalho que dá organizar um evento deste calibre, no entanto, o facto de ao chegar o fim do mesmo, não faltarem elogios, é prova cabal de que foi feito "organizado" com carinho e profissionalismo, por tudo isso, eu como atleta de lazer, junto-me ao coro de felicitações. Parabéns, venha a próxima.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Costumamos dizer que é uma prova de atletas para atletas. Estamos nisto por "carolice", amor à camisola e ver algo crescer em Amarante. Ver o sorriso dos atletas, poder cumprimentá-los e sentir que são queridos no que gostam de fazer. Beijinhos e obrigada pelas suas palavras. ;)

      Eliminar